O que a criação de marca implica em um negócio brasileiro? Bom, pense em nomes como Nike, Coca-Cola, Apple e o Mc’Donalds. Você consegue dizer o que elas possuem em comum? Apesar de serem quatro empresas que atuam em segmentos de mercado bem diferentes, elas possuem marcas que já se consolidaram no imaginário do público consumidor. Ou seja, a marca pode ser considerada o rosto de uma empresa. Quanto mais familiar e conhecido for esse rosto, maior será a identificação dele com o público-alvo.

É por isso que quando se fala em uma boa gestão do negócio, também se fala em criação de marca. Os símbolos, fonte e demais características da marca, quando bem trabalhados, possuem o poder de consolidá-la na mente de quem é mais importante para a empresa: o público-alvo. No entanto, não basta apenas contratar um design para elaborar um bom desenho. O que irá garantir que a sua marca tenha força é a qualidade e eficiência do seu branding. Mas o que é o branding e como trabalhá-lo para que a marca da sua empresa tenha força? É o que vamos falar um pouco mais a frente. Mas antes, saiba um pouco mais sobre o peso que a marca carrega para o seu negócio. 

 

A IMPORTÂNCIA DA MARCA 

A marca vai muito além de um simples desenho, ela é, na verdade, o DNA de uma empresa. Ou seja, a marca é justamente a imagem que vai ficar registrada na mente do público na hora em que ele for comprar um produto. A marca, nesse caso, é o símbolo que representa uma empresa e que, por isso, merece o seu devido valor.

As marcas, por exemplo, já eram utilizadas na Idade Média, antes mesmo da Revolução Industrial. Os artesãos medievais criavam um símbolo e gravavam eles em seus produtos, indicando para os seus compradores o valor do seu trabalho. Com o passar do tempo as marcas continuam influentes no mundo dos negócios e são elas que chamam a atenção do consumidor primeiramente. Pois é com o nome e cores que eles vão ter o contato inicial com algum produto.

Nesse universo tão digital em que vivemos, onde as pessoas são bombardeadas o tempo inteiro com novidades, cores e sons, os estímulos visuais, a identidade e a diferenciação de marca adquirem uma grande importância. Além disso, os clientes buscam uma identificação e, por isso, é necessário saber qual é o direcionamento que uma empresa vai definir para a sua marca. E é nessa etapa que o branding entra!

 

A FORÇA DO BRANDING

O branding pode ser definido como uma série de soluções que são encontradas para fortalecer a marca de uma empresa no mercado, agregando para ela um valor e um significado. Podemos afirmar, nesse caso, que o branding pode abranger desde a criação de marca até mesmo a administração dela, para que seja consolidada e fortalecida diante do seu público consumidor. Justamente, por se tratar de um ponto tão importante, que é a marca, ou seja, o “rosto da empresa”, que é aconselhável que o branding seja realizado por profissionais que dominem a estratégia.

Ou seja, se você não possui técnica e conhecimento suficiente, por que não contar com o auxílio de uma agência de publicidade para realizar um trabalho eficiente? Há muito mais do marketing para ser explorado, através da construção de marca da sua empresa, do que uma simples logo. Não explorá-lo significa perder oportunidades de crescimento. E você não quer isso, não é mesmo?!

 

A REALIZAÇÃO DE UM BRANDING BEM-FEITO

O processo de branding, ou seja, de criação e gestão de marca, passa por uma série de fatores importantes. Entre eles estão uma ampla análise da área de atuação da empresa, uma análise igualmente detalhada do público-alvo dessa empresa e também um estudo de impacto visual que a marca vai exercer. Por isso, não basta apenas pensar nas formas, nas linhas e nas figuras para a construção ou reformulação de uma marca. É necessário pensar também no aspecto sensorial da imagem, no que ela vai transmitir para o público e em quais as sensações que as pessoas deverão ter ao se depararem diante da marca.

Além disso, se a empresa em questão atua no ramo alimentício quais são as cores ideais para a marca? E se for uma empresa que atua com tecnologia, quais são as cores, as linhas geométricas e as imagens mais adequadas para conceber a identidade visual? Portanto, diante de tais perguntas, quando o assunto é criação de marca, não há como dispensar a estratégia de branding. Pense nisso antes de colocar em ação o desenvolvimento da marca do seu negócio.