Boa parte dos empresários passa pelo processo de questionamento sobre a necessidade de criar uma rede social para a sua empresa. Dúvidas do tipo: “qual o momento certo para passar a utilizá-las?”, “em qual das redes é mais relevante estar” e “como encontrar o público” são comuns e, quando bem respondidas, podem fazer com que a gestão de redes sociais de uma empresa seja efetiva e traga resultados positivos no segmento em que faz parte.

O problema é que esse processo não é tão simples como a maioria dos donos de empresas costumam pensar. A facilidade com que nos acostumamos e nos adaptamos as redes sociais, pode nos levar a pensar que realizar a gestão de redes sociais de uma empresa seja semelhante a lidar com um perfil pessoal. A realidade é que, pensando dessa forma, não vai levar muito tempo para que você perceba que administrar um perfil empresarial exige mais do que simples minutinhos do seu dia.

E é nesse contexto que a célebre frase do nosso título entra: “criei as redes sociais da minha empresa, e agora?”. Normalmente quando essa dúvida surge é porque não houve um planejamento prévio de mídias sociais, o que com certeza vai deixar o caminho bem mais longo e incerto. Se você deseja evitar esse mar de dúvidas, atente-se aos pontos que listamos abaixo!

 

 

Comece pelo começo!

Sim, pode parecer óbvio, mas muitas empresas acabam fazendo o caminho inverso e depois se questionam o que teria dado errado. Existem pontos que você não pode ignorar ou simplesmente deixar para depois, achando que com o tempo as coisas irão “se ajeitar”. De antemão, já avisamos que quando se trata da gestão de redes sociais, as coisas não são bem assim. Saiba por quê:

 

“A primeira coisa que fiz foi criar o perfil, tô certo, né?”:

Não! Ao contrário do que se pode pensar, o primeiro passo na criação de uma rede social corporativa pode ser tudo, menos criar de imediato o perfil! Até porque ao fazê-lo, você estará dando um “tiro no escuro”. É necessário que haja um entendimento prévio, de modo que você saiba exatamente onde está pisando. Mas calma! Esse não é de todo o ruim. Prossigamos!

 

“Estou confuso sobre a linguagem a utilizar”:

É comum que você tenha dúvidas sobre qual a melhor linguagem a ser utilizada para atrair o seu público. E é necessário que esteja bem claro para quem a sua empresa fala ou gostaria de falar no mercado. A depender do público que tenha, sua idade, gênero e profissão, por exemplo, irão determinar se o melhor a fazer é uma gestão de mídias sociais com uma linguagem mais formal ou informal.

 

“Não tenho conteúdo para postar toda semana”:

Outra situação que costuma acontecer após dar início à rede social corporativa da sua empresa é depara-se com a escassez de conteúdo. O tempo é corrido e a rede social da sua empresa precisa de atenção. Certamente se dividir entre a rotina administrativa e a gestão de redes sociais da sua empresa não vai ser uma tarefa que conseguirá equilibrar por muito tempo. É nesse momento que se dará conta da necessidade de um planejamento prévio de mídias sociais. Através dele você terá um direcionamento do que vale a pena ser postado a cada mês, além de não correr o risco de deixar as redes sociais hora lotada de posts, hora com posts desatualizados.

 

“Como posso atrair seguidores e potenciais clientes?”:

Os meses vão passando e a rede social da sua empresa permanece com o mesmo número de seguidores do início, isso não é um bom sinal! E a dúvida campeã quando se trata de uma gestão de rede social corporativa é: “como aumentar os meus seguidores?”. A resposta não tem um manual pronto, mas saiba que as redes sociais oferecem formas de patrocinar suas postagens, de modo a alcançar um maior número de público. Porém, além disso, é necessário que você escreva aquilo que o seu público gosta de ler e que combina com o seu segmento. Não faz sentido uma fábrica de cimentos postar uma notícia sobre a última novidade em cosméticos para o rejuvenescimento. Percebe?

 

Se percebeu em algumas dessas dúvidas? Pois é, esse é um dos sintomas que aparecem logo após criar uma rede social corporativa sem um plano de gestão de redes sociais. Esperamos que você tenha percebido que realizar a gestão de mídias sociais de uma empresa não é uma das tarefas mais fáceis. O estudo contínuo nesse meio é uma necessidade, já que as mudanças surgem a todo o momento e quem não se adapta vai sendo considerado como obsoleto. Fique de olho e torne a sua empresa forte através das redes sociais!

 

 

Se esse texto te ajudou, compartilha com um amigo, um vizinho, mostra para os seguidores nas redes sociais. O importante é dividir o conhecimento! Mas, caso tenham surgido outras dúvidas após a leitura, pode deixar um comentário aqui embaixo que teremos o maior prazer em responder.