Ao contratar uma agência de publicidade e propaganda muito mais fatores estão envolvidos do que a maioria das empresas imagina! Não se trata apenas de assinar um contrato e aguardar ansiosamente pelos resultados. Há uma dualidade nessa relação e nós resolvemos esclarecer todos os pontos dela para você ao longo desse conteúdo. Afinal, é sempre melhor estar prevenido do que remediar! E quando o assunto é a sua empresa, com certeza, essa última palavra não é nada interessante.

O cenário não costuma mudar com frequência e o ciclo parece se manter, mesmo com o passar dos anos. Um belo dia uma empresa do segmento X, enfim, percebeu que a sua empresa precisa expandir a forma de se comunicar com o cliente. Ela então começa a entender a necessidade de investir na comunicação e pensa: “acho que está na hora de buscar uma agência de publicidade e propaganda. Ual! Esse é o “estalo” tão esperado que as empresas tenham o quanto antes!

O próximo passo quase sempre é fazer uma pesquisa rebuscada das melhores agências de publicidade e propaganda da região e até mesmo pedi indicações a amigos. Você vai em busca de várias propostas, longas horas de conversa, negociação e a escolha então se realiza. Pronto! Agora é esperar que essas mentes brilhantes trabalhem incansavelmente, levando resultados em um piscar de olhos para a sua empresa! Na teoria tudo parece ser muito fácil e rápido, porém, na prática, sabemos que nem tudo é tão simples assim. Principalmente, quando o cliente não tem uma visão clara dos direitos e deveres da sua empresa em relação aos serviços prestados pela agência de publicidade e propaganda contratada.

Acho que nesse momento você pode ter parado para reler a frase e… Espera um pouco! Como assim “deveres”? “Mas só eu que estou contratando, como assim tenho deveres com a agência?”. Sim, meu caro leitor, a maioria das empresas ainda não tem uma visão clara de que para as coisas fluírem é preciso que ambos os lados cumpram com as suas responsabilidades. Sabe como? Vamos explicar mais abaixo quais são os direitos e deveres que devem estar bem claros em sua mente ao contratar uma agência de publicidade e propaganda.

Colocando os pingos nos “is”

É fundamental que a empresa e a agência de publicidade e propaganda estreitem o seu relacionamento. Só assim, tanto os direitos quanto os deveres estarão esclarecidos na cabeça do cliente. Esse tipo de coisa não pode ser deixado para depois, é necessário que a empresa comece essa relação já sabendo o que deve cobrar da agência. Mas também, sabendo como deverá cooperar para que o trabalho desenvolvido através da agência de publicidade e propaganda seja possível de ser executado.

Esteja atento (a) aos seus direitos:

Você está contratando um serviço, logo, a obrigação da contratada é fazer com que os itens pelos quais a empresa se comprometeu, sejam cumpridos. É um direito da sua empresa ter um atendimento específico, uma pessoa dentro da agência de publicidade e propaganda que será o seu principal contato. É um direito da sua empresa ter reuniões com a equipe que será responsável pelo seu projeto. Assim poderá opinar, revisar e aprovar os materiais antes que sejam veiculados para o público externo.

A agência também precisa levar em conta a realidade financeira da sua empresa no momento de traçar campanhas. É também um direito de toda empresa ter um planejamento estratégico das ações que pretendem ser desenvolvidas pela agência de publicidade e propaganda. Nada pode ser surpresa para você, tudo precisa ser minuciosamente avaliado e aprovado segundo o objetivo da sua empresa. Além disso, a sua empresa precisa ter acesso a todos os relatórios que comprovem a efetividade das campanhas executadas. Dessa forma, poderá avaliar o que funcionou como deveria ou não. Ficar atento a esses pontos lhe ajudará muito a compreender o que deve ser cobrado, de fato, a agência que está trabalhando para a sua empresa.

Mas não deixe de lado os seus deveres:

Sim, a agência de publicidade e propaganda contratada tem que preservar os seus direitos, mas, como cliente, você também tem os seus deveres. Ignorá-los pode render sérios problemas na sua comunicação com a agência e, a longo prazo, ao planejamento da sua empresa. Vamos conhecer esses deveres, então? É um dever da empresa fornecer todas as informações necessárias para que a agência de publicidade e propaganda desenvolva um plano correspondente a sua realidade. Omitir informações em nada preserva a sua empresa, apenas dificulta que a agência compreenda o melhor ponto a lhe ajudar. Existe um contrato de confiabilidade sobre as informações estratégicas compartilhadas com a agência e isso deve ser levado em consideração por você. Aqui vale já começar cortando essa ideia de esconder a verba real para investimento. Como a agência vai conseguir planejar sem saber quanto você pode investir?

É um dever da sua empresa comparecer as reuniões solicitadas pela agência e responder aos e-mails enviados. Caso contrário, como poderá cobrar depois sobre atrasos, sendo que ignorou as tentativas de contato e acabou atrasando a produção dos seus serviços? É bom ficar atento! Ser flexível é uma das coisas que a empresa precisar aprender a ser com a sua agência de publicidade e propaganda. Nessa relação vocês não estão em um campo de batalha, mas remando no mesmo barco em prol do mesmo objetivo: o sucesso. A sua empresa ganha quando a agência acerta, da mesma forma a agência também ganha no mercado quando desenvolve um case de sucesso a partir da sua empresa.

Sendo assim, escutar os profissionais que se especializaram para fazer exatamente o que estão fazendo é essencial. Afinal, se você os contratou é porque, certamente, não conseguiria desenvolver o trabalho com a mesma competência. Lembre-se que toda essa relação é uma via de mão dupla, você dirige, mas também está atento ao motorista do carro ao lado para que o trânsito flua com tranquilidade e sem acidentes!