Um funil de vendas, nada mais e, que um modelo estratégico para identificar o caminho percorrido pelo cliente desde o primeiro contato com a empresa. Geralmente, se inicia na primeira interação entre o lead e a empresa, passando por fases de negociação, fechamento e relação pós venda. Em resumo, ele funciona como um termômetro que mede o quão próximo o lead está de fechar uma compra. E ele se torna uma ferramenta muito importante para o setor de vendas, pois e possível perceber em qual lead a empresa deve concentrar seus esforços.

Funil de Vendas

 

Além disso, um funil de vendas bem desenvolvido pode trazer diversos benefícios para uma empresa. Primeiramente, ele facilita o controle e gestão de leads, ajudando a tornar o caminho da venda ainda mais dinâmico. Ele também pode ajudar no planejamento e na definição de suas metas, visto que torna os resultados mais previsíveis.

Para montar o seu funil de vendas, e preciso analisar bastante o seu negócio e o seu processo de vendas. Dessa forma, fica possível escolher com precisão as etapas no caminho até a venda e sem isso, o funil pode acabar perdendo sua funcionalidade.

 

Funil de Marketing

 

O funil de marketing possui uma lógica bem parecida com a do funil de vendas. Ele também serve para identificar um trajeto. Dessa vez, o trajeto da compra. Normalmente, esse funil e dividido em três partes:  estratégias de alcance, estratégias de conversão e estratégias de relacionamento. Por se tratar uma estratégia baseada no inbound marketing (modelo que foca na necessidade do cliente), todas as etapas do funil precisam estar bem alinhadas aos objetivos.

Na parte de cima (topo do funil), temos um espaço reservado ao alcance de novos lead. Esse estágio é muito importante, pois, precisa ser uma forma de deixar o público curioso para clicar na sua página e conhecer seu negócio. Já o meio do funil é a área em que se converte o interesse da pessoa em vendas. E por fim, temos  o fundo do funil, onde ocorre a relação mais próxima com o cliente para sacramentar a venda ou manter o contato.

 

Qual a diferença entre eles?

 

Em resumo, apesar de estarem completamente ligados, o funil de marketing está relacionada a compra, considerando as estratégias utilizadas que foram determinantes nessa ação. Enquanto isso, o funil de vendas se relaciona com o cliente em si e em qual estágio da compra ele está, mostrando a sua distância até a conclusão do negócio.

 

Como usar essas técnicas na minha empresa?

 

Essas técnicas podem ser muito importante dentro de uma empresa, pois possibilitam que exista uma organização maior em relação aos leads e consequentemente uma comunicação mais efetiva com eles. Além disso, eles ajudam bastante para analisar a eficiência do seu marketing, quais estratégias estão conseguindo os melhores resultados e projetar métricas futuras.

Para colocar essas técnicas em prática, basta fazer uma análise para organizar o seu funil, de forma que faça sentido para sua empresa. Existem diversos aplicativos, principalmente para o funil de vendas, que podem ajudar nesse registro. Essa escolha é muito importante, pois é preciso ter atenção para escolher o que melhor se encaixa na realidade da empresa.