“Estar ou não estar nas redes sociais, eis a questão”! Quando se trata da imagem de uma empresa, todo cuidado é pouco. Principalmente na época em que vivemos, na qual a informação flui rapidamente e com um alcance quase que imediato. A chegada das redes sociais e a possibilidade de fazer publicidade nelas, fez com que as empresas precisassem passar a enxergar o potencial que as mesmas possuem na relação com o seu cliente. A partir dessa percepção surge a necessidade de aprender como lidar com esse novo universo digital, no qual as pessoas querem ter suas questões rapidamente resolvidas.

Porém na busca por fazer parte do novo formato de divulgação da sua marca, muitas empresas acabam deixando um ponto crucial de lado: apenas criar uma fanpage não é a solução! É necessário saber como comportar-se diante de um número elevado de olhares digitais e ainda conseguir se sobressair em meio a tantas outras marcas no mesmo segmento. A prática exige maior planejamento do que se imagina e pode trazer maiores resultados do que muitos insistem em ignorar.

“Mas como saber se estou indo no caminho certo?”“Será que foi uma boa ideia criar redes sociais para a minha empresa?”. Bom, se você é daqueles que não gosta de muitos rodeios no texto, vamos logo ao que interessa! Listamos 10 pontos que vão servir como “termômetro” para que você possa identificar como anda a gestão de redes sociais da sua empresa. Vamos lá!

 

 

Papel e caneta na mão: os 10 pontos

 

1) Desconhecimento de público: então quer dizer que você não conhece o seu público?! É impossível ter uma gestão de redes sociais eficiente sem um conhecimento prévio de público. Um ponto principal para saber se a sua gestão é eficiente é se perguntar até que ponto você conhece o público para o qual está escrevendo na internet. Caso contrário, esse é um dos motivos pelo quais a presença nas redes sociais pode parecer não dar resultados para a sua empresa. De fato, continuar uma gestão de redes sociais sem conhecimento de público vai ser o mesmo que um trabalho ineficiente!

 

2) Possui perfil e não uma página: a rede social da sua empresa é de fato uma página empresarial ou foi criado apenas um perfil? Existe uma diferença que sim, faz toda a diferença na visão do cliente sobre o seu negócio! Empresas que possuem perfis como de uma pessoa comum tendem a ser vistas como amadoras pelos usuários das redes sociais. Por esse motivo, avalie com cuidado esse ponto no que diz respeito à gestão de redes sociais da sua empresa.

 

3) Plano de postagem inexistente: não há como ter uma boa gestão de redes sociais quando não se tem um plano de postagem. Nesse ponto, muitas empresas nem se quer sabem do que se trata um plano de postagem, por isso acabam postando de forma aleatória, muitas vezes levando uma informação irrelevante para o público ou que simplesmente não combina com o seu segmento. O que facilmente explica o baixo número de curtidas e interações nas publicações. É bom pensar nisso!

 

4) Fluxo de postagem raro: esse é o ponto do famoso: “posto quando dá ou quando me lembro”! As redes sociais da sua empresa não são como as suas que podem ser alimentadas apenas quando encontrar tempo e sem danos futuros. Ninguém se interessa por seguir uma página com conteúdo desatualizado. Afinal, o ponto chave das redes sociais é justamente interligar pessoas e gerar interações entre as mesmas. Sem postagens praticamente não há uma gestão de redes sociais.

 

5) Falta de atenção ao cliente: “quem gosta de atenção levanta a mão!” Nem precisa dizer que é quase unânime o “sim”. Se você simplesmente ignora as mensagens que os seguidores lhe enviam, não curte nem está atento aos comentários, está deixando bem claro que não é importante que as pessoas estejam seguindo a sua empresa, até porque elas não são ouvidas! Um conselho amigo para a gestão de redes sociais da sua empresa: ignorar seguidores é o mesmo que afastar potenciais clientes.

 

6) Acompanhamento da concorrência: como não há nada de novo debaixo do sol, você já deve ter percebido que a sua empresa não é a única no segmento em que faz parte. Não saber o que os seus concorrentes estão fazendo é um erro na gestão de redes sociais. Até porque o que eles estão fazendo de bom ou ruim pode servir como aprendizado para as redes sociais da sua empresa.

 

7) Layout inadequado ao segmento: quando se fala de redes sociais para empresas pode ter a certeza que a beleza no que está sendo apresentado importa. Uma gestão de redes sociais precisa levar em conta a estética da empresa nas redes, aqui vale dispensar aquele “amigo” que não é um designer, mas faz umas “artes legais” para as suas redes sociais.

 

8) Nada de monitoramento diário: não saber qual foi a última vez que você deu uma atenção às redes sociais da sua empresa é um sintoma claro de que a sua gestão de redes sociais é ineficiente. Sem analise através do monitoramento, o trabalho passa a ser de “adivinhação” sobre o que postar e o que funciona ou não.

 

9) Presença em todas as redes: sabe aquela velha história de que “quantidade não é qualidade”? Então, parece que muitas empresas não a levam em consideração quando se trata de escolher em qual rede social é mais interessante estar presente. Não é porque existem 20 redes que a sua empresa precisa estar em todas! E se o seu público não estiver lá? De que vale uma gestão de redes sociais para lugares onde os potencias clientes não se encontram?

 

10) Não ter um profissional da área: precisávamos encerrar esses 10 passos para o reconhecimento de uma gestão de redes sociais ineficiente com chave de ouro! Se o seu carro apresentar um problema técnico, você vai pesquisar na internet e tentar resolver o problema por si só, mesmo não tendo experiência, ou vai levar a um mecânico? Bom, acho que é sempre melhor deixar com quem sabe o que está fazendo do que arriscar só porque “parece ser fácil”, não é mesmo? Mas acontece que muitas empresas ainda não entenderam, insistem em realizar a sua gestão de redes sociais de forma amadora, alimentando mais um passo que contribui para a falta de resultado.

 

 

Então, já foi conferir as redes sociais da sua empresa e ver se encontra alguns desses pontos? Um bom exercício para reconhecer onde está errando é ler esse material com as redes sociais da sua empresa aberta. Dessa forma, você pode reconhecer melhor em quais pontos a sua empresa está errando. E, caso tenha notado que em mais da metade você não fazia noção de que seria prejudicial, calma! Sempre é tempo de repensar e consertar os erros.