A criação de site seguro precisa incluir protocolos que garantam a confiança de navegação. Um endereço de web sem os requisitos de proteção está suscetível às ameaças constantes de softwares maliciosos capazes de afetar todo o sistema. Desse modo, investir em um planejamento para deixá-lo seguro é essencial.

Uma página que não possui segurança de navegação pode ter o posicionamento afetado em resultados de busca. O Google, por exemplo, atribui mais relevância para sites seguros. Além do mais, esse problema atinge também a permanência de usuários na página. Mas o que faz o site ser seguro? Entenda alguns requisitos indispensáveis.

A importância da criação de site seguro

 

Um site inseguro pode resultar em efeitos ruins para a empresa como: falta de tráfego, perda de credibilidade, redução de clientes e entre outras consequências. Isso também é capaz de afetar os usuários, pois em sites e-commerce, por exemplo, é solicitado dados como:

  • Nome;
  • Código de verificação do cartão (CVV);
  • E-mail;
  • Senhas e entre outras informações. 

Dados como esses disponíveis na web podem ser utilizados por terceiros para a prática de crimes como roubo e clonagem. Por isso, é fundamental optar pela criação de site seguro. E, afinal, como torná-lo confiável?

Requisitos para a criação de site seguro

 

Certificado SSL

 

Existem vários fatores que levam um site a ser considerado confiável, um deles é o Certificado SSL. Essa sigla vem do termo inglês “Secure Sockets Layer” que quer dizer: Camada de Soquetes Segura. Trata-se de um certificado digital cuja finalidade é tornar a troca de informações segura entre um navegador da internet e um servidor da web.

Para impedir que as informações confidenciais fornecidas por usuários sejam acessadas por cibercriminosos entra a tarefa do certificado SSL: criptografar os dados. A criptografia é uma tecnologia que engloba ações para tornar a comunicação inelegível às pessoas não autorizadas.

Qual certificado SSL usar?

Existem diferentes tipos de certificados SSL, o certificado ideal vai depender do perfil do seu site. Entenda as diferenças:

  • SSL de validação de domínio: indicado para blog e sites com menor fluxo, esse tipo é, em geral, mais econômico. A segurança é feita em nível básico. 
  • SSL de validação da organização: orientado para sites e e-commerces de médio porte, esse certificado fornece também segurança para o site, mas em nível intermediário. 
  • SSL de validação estendida: esse tipo é indicado para empresas e e-commerces de grande porte. Trata-se do certificado de mais alto nível de segurança.

Servidor firewall

 

O Firewall também está entre os requisitos indispensáveis para a criação de site seguro. Trata-se de uma aplicação cujo objetivo é formar uma barreira protetora capaz de fazer o controle de tráfego entre um link da internet e a rede interna.

Esse recurso permite filtrar o fluxo de informações para possibilitar a segurança de dados. O firewall é indispensável porque permite o compartilhamento de informações seguras, além de manter o controle de acessos às máquinas da corporação.

Detector de malware

 

Outro elemento capaz de deixar o site mais seguro remete ao detector de malware. Esse recurso é capaz de proteger de possíveis ameaças online ao fazer uma varredura no site e, caso encontre alguma instabilidade, faz a identificação.

E o site da sua empresa, é seguro? Após ler o conteúdo, faça o análise e identifique se não é o momento de investir um pouco mais na segurança da sua casa virtual!